Cinco clubes de futebol da Guiné-Bissau boicotaram a primeira jornada do campeonato nacional, não comparecendo aos jogos previstos, disse hoje o vice-presidente da Liga de Clubes guineense, Sdajo Sissé.

"Cinco clubes não participaram na primeira jornada como forma de protesto", afirmou Sdajo Sissé.

Segundo o vice-presidente da Liga, os cinco clubes decidiram não participar nos jogos até serem "cumpridas as formalidades legais e outras exigências" feitas à Federação de Futebol da Guiné-Bissau.

Vinte um dos 38 clubes inscritos na federação - da primeira e segunda divisões - ameaçam não tomar parte nas provas organizadas pela instituição até que sejam esclarecidos sobre um conjunto de reivindicações que defendem.

Os clubes acusam a direção da federação de má gestão de fundos da FIFA, CAF (Confederação Africana de Futebol) e do Governo do país e ainda de desrespeito pelos estatutos.

A primeira divisão de futebol da Guiné-Bissau inclui 14 equipas e não compareceram aos jogos cinco, nomeadamente Clube de Farim, Balantas de Mansoa, Lobos de Pelundo, Sonaco e Sporting de Bafatá.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.