O antigo internacional mexicano Aaron Padilla, que disputou os Mundiais de futebol de 1966 e 1970, morreu hoje aos 77 anos, vítima de covid-19, anunciou a Liga mexicana em comunicado.

Antigo jogador do Pumas, por quem se celebrizou, Padilla cumpriu 55 jogos pela seleção mexicana, marcando oito golos, tendo como principal destaque a titularidade em três dos quatro jogos no Mundial disputado no México em 1970.

‘El Gansito' trabalhou ainda como diretor do Pumas após a retirada, tendo sido ainda porta-voz da associação de árbitros da Liga mexicana, que hoje lembrou o "extraordinário ser humano e ícone do futebol nacional".

O antigo futebolista morreu aos 77 anos após complicações causadas pelo novo coronavírus, que no futebol mexicano causou cerca de 30 infeções entre futebolistas profissionais, além do presidente da ‘Liga MX', Enrique Bonilla.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 430 mil mortos, incluindo 1.517 em Portugal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.