O 1.º de Agosto, que lidera com 54 pontos e se apurou durante a semana para os quartos de final da Liga dos Campeões africanos, necessita de vencer para assegurar o título, na receção ao tranquilo Cuando Cubango FC, que esteve em zona de descida, mas que se mantém no primeiro escalão, ocupando o 13.º posto, com 28 pontos.

Por seu lado, o Petro de Luanda, com 53 pontos, recebe o também tranquilo Sagrada Esperança, oitavo com 32, que, na 29.ª jornada, obrigou o 1.º de Agosto a um empate 2-2 e impediu-o de celebrar o tricampeonato antecipadamente.

Para os ‘polícias’ (Petro de Luanda) só a vitória interessa, enquanto o 1.º de Agosto terá de conseguir um resultado idêntico ou melhor do que os "rivais", havendo a possibilidade de ambos terminarem a prova com o mesmo número de pontos que, porém, dará vantagem aos bicampeões.

Tal só sucederá se o 1.º de Agosto perder e o Petro empatar, ficando as duas equipas com 54 pontos, com a vantagem a pender para os ‘militares’, que empataram em casa 0-0, mas foram vencer ao terreno dos rivais por 2-0.

Se a vitória no campeonato for para o 1.º de Agosto, equipa que ficará a conhecer na segunda-feira o adversário da ‘Champions’, será a 11.º conquista dos ‘militares’. Por seu lado, se for o Petro vencer o campeonato, será o 16.º triunfo na prova.

Com a questão da descida já definida – 1.º de Maio de Benguela, Domant FC do Bengo e o desistente JGM do Huambo são as equipas despromovidas ao segundo escalão - os restantes jogos servem apenas para cumprir calendário.

No domingo, a partir das 15:00 (a mesma hora em Lisboa), o Recreativo do Libolo (quinto com 37 pontos - pode chegar ao quarto lugar se vencer) recebe o Progresso do Sambizanga (11.º com 30), enquanto o Domant FC do Bengo (14.º e já despromovido, com 22 pontos) recebe a visita do Interclube, que garantiu há duas jornadas o terceiro posto na classificação (42 pontos).

Com o também já despromovido 1.º de Maio de Benguela a folgar (jogou a última partida da prova na semana passada), resta o encontro entre o Recreativo de Caála (12.º lugar, com 28 pontos) a receber o Desportivo da Huíla que, com 36 pontos, ainda tem possibilidade de chegar ao quarto posto.

A jornada 30 começou na quarta-feira com um empate a dois golos entre o Kabuscorp do Palanca e a Académica do Lobito, e prosseguiu no dia seguinte com a igualdade 1-1 entre o Sporting de Cabinda e os Bravos do Maquis, equipa oriunda da província do Moxico.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.