Com o objectivo de melhorar e superar a classificação desta temporada, o Desportivo da Huíla confirmou um plantel com 23 atletas para o Girabola 2018, tendo observado a saída de nove jogadores, três por opção própria e seis dispensados pela equipa técnica, informou sexta-feira, no Lubango, o seu responsável de comunicação e marketing, Adriano Lopes.

Foram reconfirmados os guarda-redes Kissi, Varito e Jairo, defesas centrais Tchiwé e Jó, laterais direitos Jojó, Sidney e Zé, o lateral esquerdo Bruno, médios centrais Malamba, Avex e Cagodo, direitos Belito, Milton e Yuri, médios trinco Nuno e Bruno Manuel, médios esquerdos Nandinho e Christian, e os avançados Mendes, Kembua e Beto.

Muenho (defesa esquerdo), Bonifácio (defesa central) e Dadão (médio direito), por opção, rescindiram o vinculo contratual com o Clube militar da 5ª Região.

Mas em contrapartida, o clube fez a aquisição de dois jogadores cedidos pelo 1º de Agosto a título definitivo, nomeadamente, Sargento (defesa central) Manucho Diniz (médio trinco), enquanto que para reforçar o sector atacante continua a pesquisa no mercado "estrangeiro" para contratar um atleta desta posição.

Para este Girabola, o responsável explicou que quatro atletas júniores ascenderam ao escalão sénior, nomeadamente, Cambiasso (médio central), Gildo (ponta de lança), Tchutcho e Floriano, ambos médio ofensivo.

A equipa técnica mantem Mário Soares no comando, coadjuvado por Helder Cruz e Firmino Augusto, e Zela Emanuel, técnico de guarda-redes. Paulo Campos "Caricoco" será o "Scout" da equipa, com vista a constituir um plantel competitivo, com tradição vencedora, em qualquer estádio do país e garantir o objectvo principal, melhorar a classificação anterior de 8º lugar.

O início da preparação está marcado para quarta-feira próxima (dia 3) no Estádio do Ferroviário, enquanto o seu campo de treinamento, da Nossa Senhora do Monte, recebe obras de restauro da infra-estrutura e o plantio de novo relvado, adaptado a realidade local, iniciado este mês com duração de 120 dias.

"Face aos condicionamentos de ordem financeira, toda a preparação do plantel será realizada na cidade do Lubango, com previsão de alguns jogos de controlo na província de Benguela. O local de jogos manter-se-á o estádio Ferroviário da Huíla, a ser inspeccionado na segunda quinzena de Janeiro, por parte da FAF", enfatizou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.