Com largas dificuldades durante grande parte do desafio, o Interclube empatou este sábado em Luanda, a uma bola, diante do Progresso do Sambizanga, resultado que deixa os polícias mais distantes dos lugares cimeiros na tabela classificativa, do Campeonato Nacional de Futebol da primeira divisão.

As duas equipas que contam no seu seio, com novos jogadores e equipa técnica, tiveram uma primeira parte pautada pela força de ambas as formações no meio campo, com os sambilas mais oportunos, mas sem concretizar.

Do lado da formação da casa, apenas nos últimos quinze minutos conseguiram aparecer mais vezes ao ataque, mas sem que a bola fosse parar ao fundo da baliza.

No reatamento, aos 53 minutos, o capitão do Progresso do Sambizanga, Yano, viu bem a deslocação do guarda-redes contrário e abriu o ativo, numa jogada iniciada por Silva no meio campo.

No minuto seguinte, ao notar algumas falhas, o Inter decidiu fazer a primeira alteração, ao colocar Mayamba no lugar de Karanga.

Estavam decorridos 67 minutos, quando o árbitro do encontro assinalou uma grande penalidade contra o Progresso do Sambizanga. Beiby na execução permitiu a defesa do guarda-redes Nyame.

Foram necessários mais sete minutos, para o Interclube chegar ao empate. Uma nova grande penalidade, executada por Fabrício, concretizou o mesmo.

Com o placar igualado, o jogo centrou-se mais no meio campo, onde os dois contendores jogavam com alguma cautela, até terminar com o empate a uma bola.

Com este empate, os sambilas somam cinco pontos, na sexta posição, enquanto o Interclube é 11º com apenas 4, numa competição liderada pelo Kabuscorp do Palanca com 12 pontos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.