O treinador do FC Bravos do Maquis, Mariano Júlio, mostrou-se nesta sexta-feira preocupado com a lesão no tendão de Aquiles do pé direito do ponta-de-lança Joel, durante o treino no estádio 22 de Junho, visando o jogo da Supertaça, domingo, com o Recreativo do Libolo.

De acordo com o técnico, a lesão do atleta (19 anos), que consta da equipa inicial frente ao detentor do troféu, deveu-se a má adaptação à relva sintética, uma vez que o jogador habituou-se a jogar em relva natural desde os escalões de formação.

“Estamos com um único problema clínico. Espero que antes do jogo o Joel consiga recuperar, uma vez que é um jogador a ter em conta na manobra do Bravos do Maquis”, frisou.

Sobre o jogo diante da formação de Calulo, às 16 horas, no estádio dos Coqueiros, Mariano Júlio afirmou que a preparação está a decorrer condignamente e que o objetivo é anular os principais argumentos do adversário, o meio campo e o ataque.

O treino desta manhã, de aproximadamente duas horas, consistiu no aprimoramento da condição física, circulação da bola em campo reduzido, marcação de grandes penalidades e passes curtos a um e dois toques.

Trabalhou-se igualmente a saída com bola controlada da defesa, meio campo e ataque, assim como cruzamentos dentro e fora da grande área.

O FC Bravos do Maquis disputa a Supertaça pela primeira vez no seu historial, após conquista da Taça de Angola diante do Sagrada Esperança da Lunda Norte, em 2015, com vitória de 1-0, dias depois da sua despromoção da I divisão.

Já o Recreativo do Libolo é o campeão nacional é igualmente detentor da Supertaça.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.