O 1.º de Agosto perdeu os três jogos até agora realizados no Girabola e foi afastado da Liga dos Campeões Africanos de Futebol. A equipa militar soma duas vitórias e cinco derrotas em jogos oficiais esta época, sendo que as duas vitórias foram nas Afrotaças.

Os maus resultados começam a criar um clima de crispação entre a equipa e os adeptos, sedentos de títulos. Em declarações ao SAPO Desporto, Faquirá não se mostra muito preocupado e diz mesmo que só falta uma vitória para a equipa entrar nos eixos e os jogadores jogarem com mais à-vontade.

"A ansiedade é normal. Tivemos várias oportunidades no primeiro jogo mas não concretizamos, tivemos jogos atípicos, com situações que não tem nada a ver com o futebol. Mas vamos resolver as coisas internamente e tentar chegar aos objetivos. O plantel tem muita qualidade, o trabalho que estamos a fazer é bom. Só nos falta uma vitória para os jogadores se libertarem", atirou.

O 1.º de Agosto perdeu nas três primeiras jornadas do Girabola2014: 1-0 com o Progresso, 1-0 com o Recreativo da Caála e 3-2 com o Bravos do Maquis. Nas Afrotaças foi eliminado pelo AC Leopards do Congo Brazzaville, ao perder 4-0 fora e ganhar 2-0 em casa.

Na próxima ronda do Girabola, os Militares irão medir forças com o Desportivo da Huíla, equipa que também foi afastada das Afrotaças.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.