Adel Taarabt, antigo jogador do Benfica, olhou para o embate da seleção do seu país com Portugal, marcado para este sábado, a contar para os quartos-de-final do Mundial 2022, e em entreista publicada na edição desta sexta-feira do jornal Record falou também para toda a situação que envolve Cristiano Ronaldo, apontando para alguma ingratidão por parte dos portugueses.

Taarabt, revela na referida entrevista àquele jornal que chegou mesmo a ser vizinho de Ronaldo nos tempos em que viveu em Lisboa, defendendo que este deveria ser tratado com mais respeito.

"Vivia no mesmo lote de apartamentos que o Cristiano e falava muitas vezes com ele. É muito difícil falar sobre isto, mas acho que as pessoas, nomeadamente os portugueses, assim como os seus meios de comunicação, deviam ter mais respeito por ele", afirma.

"Não devia ter feito o que fez, mas as pessoas não se podem esquecer que liderou o futebol mundial durante 20 anos, que elevou o nome do Real Madrid e do Manchester United muito alto. É uma grande pessoa e não quero que as pessoas pensem que ele é egoísta, porque não é verdade; as pessoas não se podem esquecer daquilo que ele deu ao futebol", acrescenta Taarabt, que joga agora no Al-Nasr, e que teceu ainda muitos elogios ao ex-colega João Félix: "Adoro ver o futebol dele".

Taarabt, de 33 anos, soma 28 internnacionalizações e quatro golos pela seleção de Marrocos, mas ficou de fora dos convocados para este Campeoato do Mundo. Chegou a ser chamado para os derradeiros encontros de preparação, mas acabou por não integrar a lista final de 26 jogadores que seguiram para o Qatar.

Marrocos e Portugal medem forças este sábado, a partir das 15h00.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.