Tarik Oulida, antigo futebolista neerlandês, que jogou no Ajax e no Sevilha, foi condenado a dois anos e meio de prisão por ter abusado sexualmente da filha, que na altura tinha apenas seis anos, em 2011. A sentença foi proferida por um tribunal de Marbella, em Espanha.

De acordo com o jornal “De Telegraaf”, o ex-atleta “deitou-se na cama com a filha, tocou-lhe nas partes íntimas e agrediu-a".

Após cumprir a pena, Tarik Oulida ficará sob a supervisão das autoridades espanholas por mais quatro anos e dois meses. Depois disso, não poderá entrar em Espanha durante dez anos.

A decisão não é passível de recurso.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.