O futebolista francês Raphaël Varane, campeão mundial em 2018 e vice-campeão mundial em 2022, comunicou hoje a sua retirada da seleção gaulesa, da qual era vice-capitão, aos 29 anos.

“Pensei nos últimos meses e decidi que chegou o momento de me retirar do futebol internacional”, escreveu o defesa central na sua conta na rede social Instagram.

O jogador, que se estreou na equipa principal de França em 2013, conta com 93 internacionalizações e cinco golos.

“Representar o nosso magnífico país durante uma década é uma das grandes honras da minha vida. De cada vez que vesti a camisola azul foi especial, senti um orgulho imenso. O dever de dar tudo, de jogar com o coração e de ganhar em cada vez que entrávamos em campo”, acrescentou Varane.

O defesa disse ainda que nunca esquecerá a emoção de ter sido campeão mundial, naquele que é um dos “mais memoráveis dias” da sua vida e que apenas foi possível com o apoio do selecionador Didier Deschamps, de todo o ‘staff’ e companheiros de equipa.

Varane despede-se com agradecimentos, dizendo ter a certeza de que vai sentir falta, mas que esta é a hora “de uma nova geração” pegar o testemunho.

“Temos um grupo de jogadores talentosos, que estão prontos para assumir o comando, que merecem uma oportunidade e precisam de todos”, finalizou o futebolista.

O defesa cumpre atualmente a sua segunda época no Manchester United, depois de 10 épocas no Real Madrid, clube no qual conquistou praticamente tudo, desde a Liga dos Campeões, ao Mundial de clubes, Supertaça Europeia, Liga espanhola, Taça do Rei e Supertaça.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.