O Zamalek averbou hoje o quinto jogo seguido sem vencer na Liga egípcia de futebol, ao perder na visita ao Ghazl El Mehalla, enquanto o Pyramids voltou a vencer sob o comando de Jaime Pacheco.

Em jogo da 15.ª jornada, o Zamalek, até hoje orientado por Jesualdo Ferreira, foi derrotado por 2-1, com Gabriel Orok (04 minutos) e Ahmed Nadery (19) a assinarem os tentos dos anfitriões, antes de Zizo reduzir para o atual campeão do Egito, de grande penalidade (62).

Com três derrotas e dois empates nos últimos cinco encontros do campeonato, a formação comandada por Jesualdo Ferreira até esa noite, caiu para o quinto lugar da competição, com 26 pontos, já a 11 de distância do líder Al Ahly, que bateu o National Bank Egypt (1-0).

Este desaire colocou Jesualdo Ferreira na porta de saída do Zamalek, depois de o presidente do clube, Mortada Mansour, ter afirmado, segundo a imprensa egípcia, que a direção tinha votado por unanimidade o despedimento do português após a derrota com o Al Ahly (0-3) e que a situação seria avaliada nos três jogos seguintes.

O português tinha regressado ao Zamalek em agosto do ano passado - depois de uma primeira passagem em 2015 – tendo conquistado um título de campeão e uma Taça do Egito. Agora sai devido aos maus resultados.

Já o Pyramids alcançou a terceira vitória em quatro jogos sob o comando de Jaime Pacheco, por 2-1, sobre o Smouha, e segue no terceiro posto, com 30 pontos. Ramadan Sobhi (16 minutos) e Mostafa Fathi (56) marcaram para os visitantes, sendo que, pelo meio, Hussein Faisal (30) ainda empatou o jogo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.