Pedro Martins, treinador que acabou de renovar contrato com o Olympiacos até 2022, ,, que é liderado precisamente pela equipa do Piréu.

"A paixão e o ambiente daquele estádio são fantásticos. Jogos sem público não é a mesma coisa. Não há chama. O futebol é, de facto, jogadores e adeptos. De outra forma não vejo que tenha sucesso", admitiu o técnico em entrevista ao jornal A Bola.

"O que não pode acontecer é o que aconteceu na Holande. Tem de haver mérito. Se acabou naquele dia então deve ser atribuído quem é o campeão, quem é o segundo, quem é o último, quem desce e quem não desce", defendeu.

Sobre os motivos que levaram à renovação de contrato, Pedro Martins referiu: "Fizemos a transformação que na altura o presidente me pediu. O nosso trajeto não está terminado. Temos um grupo de bons jogadores, com boa qualidade. Sou muito respeitado e considerado. Está a ser excelente e por isso não havia outra coisa a fazer senão renovar."

O treinador português admitiu, ainda, que tem dado os treinos "sem máscara". "Não consigo dar treino de máscara, mas estamos completamente distantes. Mas se vamos começar a jogar vamos ter contacto e vai ter de haver proximidade. Não há outra forma. Obviamente que em espaços fechados podemos usar máscara, mas num campo de futebol não podemos. Temos de ter contacto. É evidente e forçoso", notou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.