Vários golos, uma exibição de encantar em Milão, alguns motivos para festejar, mas também noites para esquecer. Olhamos para como foi o fim de semana dos jogadores e treinadores portugueses em Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França.

Inglaterra: primeira vitória dos 'Wolves' com golo português e sortes diferentes para os lusos de Manchester

Na Premier League inglesa o destaque vai para a primeira vitória da temporada para Bruno Lage e para o mais português dos clubes ingleses. Com seis jogadores lusos de início (sete a serem utilizados no total), não foi de estranhar que o único golo do triunfo sobre o Southampton tivesse mão de dois portugueses. O recém-contratado Matheus Nunes assistiu e Daniel Podence marcou.

Menos feliz foi o outro treinador português em prova, com o Fulham de Marco Silva a não resistir ao maior poderio do Tottenham. João Palhinha voltou a ser titular (substituído aos 85 minutos por Carlos Vinícius), viu um amarelo e foi incapaz de travar os 'Spurs'.

Bruno Fernandes e a recuperação do Manchester United: "Somos a mesma equipa, mas num momento diferente"
Bruno Fernandes e a recuperação do Manchester United: "Somos a mesma equipa, mas num momento diferente"
Ver artigo

Em Manchester, Cristiano Ronaldo voltou a começar no banco no United, enquanto Bruno Fernandes e Diogo Dalot alinharam de início. Pela frente, os 'Red Devils' tiveram o líder Arsenal, de onde Cedric Soares não saiu do banco, ao contrário de Fábio Vieira, que assim se estreou pelos 'gunners'. Quem levou a melhor, porém, foi mesmo o United, com Ronaldo a saltar do banco com o resultado em 1-1, a tempo de ver Bruno Fernandes fazer a assistência para o 2-1, que lançou os de Manchester para uma vitória por 3-1.

A outra equipa de Manchester, o City, teve os seus três portugueses - Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva - no onze, mas ficou-se por uma igualdade na visita ao Aston Villa. Ainda em Inglaterra merece menção o regresso de Diogo Jota aos relvados, suplente utilizado no empate sem golos no dérbi com o Everton. O jovem médio Fábio Carvalho jogou de início, mas saiu ao intervalo com queixas físicas.

Itália: Rafael Leão, príncipe de Milão, Mourinho goleado

Na Serie A italiana houve dérbi de Milão e quem brilhou a grande altura foi um português. O AC Milan venceu o Inter por 3-2 e Rafael Leão foi a figura do jogo, com dois golos e uma assistência. Melhor jogador da prova na temporada passada, o avançado português parece pronto para mais do mesmo esta época e já leva três golos e duas assistências em apenas cinco jornadas. Há até quem já diga, em Itália, que vale 400 milhões de euros.

Rafael Leão em destaque no triunfo do AC Milan no dérbi com o Inter
Rafael Leão em destaque no triunfo do AC Milan no dérbi com o Inter
Ver artigo

Se Leão brilhou, a até aqui líder Roma de José Mourinho teve uma noite verdadeiramente para esquecer, a começar por Rui Patrício, na baliza. Os 'gialorrossi' foram goleados por 4-0 na visita à Udinese e o guarda-redes português, para além de ter ido buscar a bola ao fundo das redes por quatro vezes, não ficou nada bem na fotografia num dos golos. Foi a primeira derrota da época do conjunto da capital. Já na Udinese, Beto foi suplente utilizado, mas não marcou.

Miguel Veloso e Mário Rui tiveram razões para sorrir, titulares, respetivamente, nas vitórias do Verona sobre a Sampdória e do Nápoles no terreno da Lazio.

França: Nuno Mendes fez o gosto ao pé no regresso do PSG às vitórias, Lille de Paulo Fonseca também ganhou

Com Danilo (como central), Vitinha (saiu lesionado a meio da primeira parte para dar lugar a Renato Sanches) e Nuno Mendes de início, o Paris Saint-Germain somou a segunda vitória consecutiva por 3-0, desta feita o terreno do Nantes. Nuno Mendes assinou o terceiro golo dos parisienses, o seu primeiro de sempre com a camisola dos campeões franceses.

A par do PSG no topo da Ligue 1 segue o Marselha, que venceu 2-0 em casa do Auxerre, com Nuno Tavares, desta feita, a ser suplente utilizado. Anthoney Lopes esteve na baliza do Lyon na goleada sobre o Angers e Paulo Fonseca levou o seu Lille a uma vitória no terreno do Montpellier. Tiago Djaló e José Fonte foram titulares e André Gomes a saltar do banco a meio da segunda parte para fazer a sua estreia pelo clube.

Espanha: 90 minutos de Félix não chegaram para o Atl.Madrid vencer, mas Valência goleou com portugueses em campo

Na La Liga, o Atl.Madrid ficou-se por um empate 1-1 na visita ao terreno da Real Sociedade. O português João Félix foi titular e jogou pela primeira vez os 90 minutos de um jogo esta temporada, mas não conseguiu fazer a diferença.

Quem se reencontrou com os bons resultados foi o Valência, que goleou 5-1 o Getafe com Thierry Correia a jogar o jogo todo e o recém-chegado André Almeida a alinhar nos derradeiros 20 minutos, estreado-se assim pelo conjunto 'Che'. Do outro lado da barricada esteve Domingos Duarte.

O Bétis, sem William Carvalho mas com Rui Silva na baliza, perdeu 2-1 com o campeão Real Madrid e Domingos Quina jogou os derradeiros 20 minutos na derrota do Elche frente ao Villarreal.

Alemanha: Tiago Tomás voltou no Estugarda, André Silva foi goleado

Na Alemanha não foram muitos os motivos para sorrir para os jogadores portugueses: com André Silva a saltar do banco perto do fim, o Leipzig sofreu uma copiosa derrota frente ao Eintracht Frankfurt e no Estugarda Tiago Tomás regressou à equipa como suplente utilizado, depois de dois jogos ausente devido a problemas físicos, mas a sua equipa ficou-se pelo empate ante o Schalke.

Eduardo Quaresma continua à espera da estreia pelo Hoffenhein (voltou a ser suplente não utilizado), Diogo Leite falhou o empate (1-1) do Union Berlim com o Bayern e Raphael Guerreiro e Aurélio Buta também falharam os compromissos de Dortmund e Eintracht Frankfurt pelos mesmos motivos.

ha:

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.