A derrota em Londres foi a 'gota de água' para o presidente do At. Madrid, que fez uma inversão de 180 graus no seu discurso. Depois de ter dito à chegada a solo britânico para o jogo com o Chelsea, a contar para a Liga dos Campeões, que ia manter o técnico e que nem tinha "tempo" para pensar noutro cenário, Enrique Cerezo foi claro nas palavras de 'divórcio' em relação à actual equipa técnica: "É preciso fazer alguma coisa e fica já claro que pela nossa parte a situação não vai continuar assim. Temos que procurar uma solução agora mesmo, porque a equipa não se encontra bem."

Abel Resino orientou o treino desta manhã, mas é possível que a rescisão de contrato seja definida ainda hoje.

Para o seu lugar destacam-se os nomes de Quique Flores (ex-treinador do Benfica), Bernd Schuster ou Michael Laudrup, sendo este último o mais bem colocado, de acordo com a imprensa espanhola.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.