O Atlético de Madrid desperdiçou hoje a oportunidade de cavar um fosso maior para os seus perseguidores na liga espanhola de futebol ao ceder empate 1-1 em Levante, em jogo em atraso da segunda jornada.

Com a igualdade em casa do 11.º classificado, os ‘colchoneros’, que ainda têm um jogo a menos nas 23 rondas já disputadas, comandam com 55 pontos, mais seis do que o Real Madrid, enquanto o FC Barcelona e o Sevilha, igualmente com uma partida por disputar, estão, respetivamente, a nove e 10 pontos.

Em desafio emotivo, no qual os guarda-redes brilharam várias vezes, os anfitriões adiantaram-se no marcador aos 17 minutos em lance de ataque rápido no qual Jorge de Frutos desmarcou o macedónio Enis Bardhi que, apesar de pressionado pela defesa, não se intimidou e marcou.

Os ‘colchoneros’ intensificaram o domínio e o guarda-redes Aitor Fernandez ia ganhando duelos com Luís Suárez, mas foi impotente perante o remate, fora da área, de Marcos Llorente (37), pois foi desviado pela cabeça de um defesa e traiu-o.

Diego Simeone e os seus pupilos ficaram incrédulos quando, aos 48, depois de Aitor Fernández negar novamente o golo a Suárez, o argentino Correa, junto à linha da pequena área, atirou por cima com a baliza deserta e o guarda-redes no chão.

Aos 66, entrou João Félix, recuperado da covid-19, para o lugar de Carrasco, porém o português não conseguiu alterar o rumo dos acontecimentos, tendo sido inclusivamente, o guarda-redes Oblak, aos 88, a negar o segundo ao Levante, que contou com Ruben Vezo a partir dos 82 minutos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.