FC Barcelona e Espanyol anunciaram hoje que se associarão à greve geral na Catalunha, convocada pelo movimento sindical Taula per a la Democràcia, como forma de protesto contra a intervenção do Estado espanhol para impedir o referendo independentista.

“Nenhuma das equipas profissionais ou dos escalões de formação se treinará amanhã [terça-feira] na cidade desportiva”, anunciou o Barcelona, líder do campeonato na sua conta oficial no Twitter, precisando que “o clube estará encerrado”.

O Espanyol adiou vários atos oficiais e anunciou que a sua cidade desportiva estará fechada ao público, mas deu aos funcionários do clube liberdade para aderirem à greve, convocada na sequência da ação do Estado espanhol contra o referendo de domingo, marcado por cargas policiais, que provocaram centenas de feridos.

Também no domingo, o Barcelona disputou à porta fechada o jogo com o Las Palmas, depois de a Liga de clubes ter rejeitado o pedido de adiamento do jogo, da sétima jornada do campeonato espanhol, que o clube catalão venceu por 3-0.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.