Em Camp Nou, o Valência chegou cedo à vantagem, aos cinco minutos, por José Gaya, mas pouco depois, aos 13, Ansu Fati refez a igualdade e, aos 41, o holandês Memphis Depay, consumou a reviravolta, na marcação de uma grande penalidade.

Na segunda parte, aos 85 minutos, o brasileiro Phillipe Coutinho confirmou o triunfo dos catalães, esta temporada adversários do Benfica na Liga dos Campeões.

Com tudo resolvido, o técnico holandês Ronald Koeman lançou Sérgio Aguero na partida, com o internacional argentino a somar os primeiros minutos como jogador do FC Barcelona, depois de ter falhado o arranque da temporada devido a lesão.

No Valência, que leva cinco jogos sem vencer na liga espanhola (três derrotas e dois empates), Gonçalo Guedes foi titular e Hélder Costa foi lançado perto do fim, logo após o terceiro golo da equipa da casa.

Este triunfo coloca o FC Barcelona no sétimo lugar do campeonato, com 15 pontos, enquanto o Valência é nono, com 12.

Numa ronda em que os jogos de Atlético e Real Madrid foram adiados, o Sevilha aproveitou para se juntar aos dois emblemas da capital no segundo lugar, depois de vencer em Vigo o Celta, por 1-0, com um golo de Mir, aos 54 minutos.

Deste grupo de segundos classificados, embora tenha mais um jogo disputado, faz também parte o Osasuna, que venceu com surpresa no campo do Villarreal, por 2-1, com o argentino Ávila a marcar o tento da vitória, aos 87 minutos.

Com Kevin Rodrigues com suplente utilizado e com Bebé sem sair do banco, o Rayo Vallecano, de regresso ao primeiro escalão, saltou para o quinto lugar depois de vencer em casa o Elche, por 2-1.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.