O treinador do FC Barcelona, Pep Guardiola, disse hoje que não queria jogar a final da Taça do Rei de Espanha de futebol no Vicente Calderon, insinuando que o Real Madrid rejeitou receber os “blaugrana” no seu recinto.
“O clube não desejava este estádio. Queríamos o [Santiago] Bernabéu, mas por nossa culpa os adeptos do Athletic de Bilbau não podem ir lá e teremos de ir todos para onde a Federação decidiu. Dizem que estão em obras? Pois estão em obras. Mas se nós não estivéssemos na final penso que se jogaria lá”, referiu Guardiola.
A Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) anunciou hoje que o estádio Vicente Calderón será palco da final da Taça do Rei de Espanha, em jogo que irá opor o Barcelona ao Athletic Bilbau, no dia 25 de maio.
Na reunião, que ocorreu na sede da RFEF, o recinto pertencente ao Atlético de Madrid obteve 22 votos, enquanto o Olímpico de Sevilha conseguiu apenas 14.
Inicialmente, os dois clubes eram favoráveis ao estádio Santiago Bernabéu, opção que foi rejeitada pelo Real Madrid devido a alegados trabalhos de recuperação que o estádio irá receber em maio.
Devido a essa posição e à falta de entendimento entre os dois clubes finalistas, a RFEF viu-se na obrigação de organizar esta votação para facilitar a definição do local da final.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.