Depois de anunciar a demissão da presidência do Barcelona, Josep Maria Bartomeu confirmou que o clube blaugrana já tinha dado luz verde à participação na Superliga Europeia.

"Posso anunciar uma medida extraordinária: Ontem [segunda-feira], o Barcelona aceitou participar numa futura Superliga europeia de clubes. Vai ficar ao critério da próxima direção decidir se leva esta participação a votação na Assembleia-Geral", referiu Bartomeu.

A ideia é criar uma nova prova na Europa com 18 equipas dos cinco principais campeonatos (Inglaterra, Alemanha, Espanha, Itália e França), prova essa que arrancaria em 2022/23. A 'Sky Sports' adiantou recentemente que 12 equipas de Inglaterra, Alemanha, Espanha, Itália e França já estariam em negociações para serem os membros-fundadores da nova prova.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.