Luís Enrique estreou-se esta segunda-feira no comando técnico do Celta de Vigo com um amargo empate 2-2 ante o Espanyol de Barcelona, depois de estar a vencer 2-0 no arranque da Liga espanhola de futebol.

O antigo internacional espanhol, que se estreia como treinador no primeiro escalão no seu país, sentiu o perfume dos três pontos, mas acabou por ceder o empate frente ao conjunto dos portugueses Simão Sabrosa e Pizzi, ambos titulares.

O génio do internacional dinamarquês Michael Krohn-Dehli deu vantagem aos galegos após passes letais que ofereceram golos a Alex Lopez (42) e Charles Dias (46).

Victor Sanchez (53), aproveitando uma “sobra” à entrada da área, recolocou os catalães na luta pelo resultado e o francês Thievy Bifouma (75), que substituiu Pizzi aos 60 minutos, igualou, numa altura em que os galegos tinham “adormecido”, embora os forasteiros pouco tenham feito para empatar.

Rodri (39 e 74) ainda deu vantagem por duas vezes ao Almeria em casa frente ao Villarreal, mas um autogolo de Dubarbier (65) e tentos tardios de Giovani (83) e Jonathan Pereira (85) consumaram a reviravolta.

O Rayo Vallecano não poderia ter começado melhor, pois, com exibição sólida, impôs concludente derrota 3-0 ao recém-promovido e algo débil Elche, com “bis” de Bueno (40 e 74) e tento de Perea.

O Barcelona lidera a Liga após estreia goleadora frente ao Levante (7-0), enquanto o Real Madrid venceu o Betis por tangencial 2-1.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.