Cristiano Ronaldo garantiu em entrevista ao jornal 'El Mundi' que não crê que vá continuar no futebol depois de terminada a sua carreira enquanto futebolista, mas assume também que não pensa muito nisso pois ainda faltam 'cinco, sete, 10 anos' para pendurar as chuteiras.

""Penso que no princípio me vai custar um pouco, mas se agora me perguntam se quero ser treinador, digo que não. Nem diretor de um clube, nem presidente", afirmou o jogador do Real Madrid sobre continuar no futebol depois de abandonar os relvados.

Questionado sobre se pensa muito no final da carreira, Cristiano Ronaldo assume que não pensa muito nisso.

"Não a 100 por cento, mas tenho muito com que me ocupar. O futuro é construído desde jovem. Desde os 27 anos que tenho a minha linha de roupa e quero que a minha marca continue a crescer, porque o futebol vai terminar dentro de cinco, seis, sete, 10 anos", atirou o capitão da seleção nacional de Portugal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.