A polícia espanhola prendeu hoje de manhã, entre outras pessoas, o presidente da Federação Espanhola de Futebol (FEF), Ángel María Villar, numa operação de luta contra a corrupção, segundo noticia a imprensa espanhola.

As forças especiais da Guardia Civil (UCO) responsáveis pela investigação e persecução das formas mais graves de delinquência e do crime organizado desconfiam que Ángel María Villar e o seu filho, Gorka Villar, realizaram operações em proveito próprio e em prejuízo dos cofres da FEF.

De acordo com a imprensa, o presidente da FEF e outros dirigentes da instituição também teriam cometido várias ilegalidades para assegurar a sua continuação nos cargos que ocupam.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.