A confusão terá começado em meados de setembro, quando Dybala disse em conferência de imprensa que "pode aprender muitas coisas com Messi, tendo-o como companheiro". Mas terá sido mesmo pelo astro argentino do Barcelona que o jogador da Juventus não se mudou para terras espanholas,

Segundo avança o jornal espanhol Mundo Deportivo, os dois jogadores atuam na mesma posição e Ernesto Valverde preferiu escolher um jogador que trouxesse velocidade ao jogo dos 'culé'. Como Neymar saiu, acabou por ser Dembélé o escolhido, visto que Messi era o jogador que assumiria o lugar no campo de Dybala. O Barcelona acredita que um dos melhores jogadores do mundo vai continuar a sê-lo por mais tempo e, como tal, a contratação do jogador da Juventus não faria sentido.

Recorde-se que até Jorge Sampaoli, selecionador da Argentina, considera que Dybala será aposta mas de futuro, não de presente. "Temos a aposta no Paulo [Dybala] bem trabalhada. Sabemos que, no futuro, pode dar muito à equipa. Hoje, como não temos muito tempo para trabalharar, sabemos que choca com Leo [Messi], então preferimos apostar nele mais à frente", afirmou o técnico, na véspera do jogo entre Argentina e Perú.

Paulo Dybala, de 23 anos, chegou à Juventus em 2015/2016,, proveniente do Palermo. Ao serviço da 'Vecchia Signora', realizou 104 partida e marcou 54 golos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.