O antigo jogador do Benfica mostrou-se muito desiludido com as críticas que lhe fizeram no último defeso, em que foi apontado como dispensável na equipa do Valência.

“Sei muito bem aquilo que sou. Inventaram muitas coisas a meu respeito, que sou tóxico e má pessoa sem me conhecerem. Mantive-me sempre calado e a fazer o meu trabalho”, disse o Enzo Pérez, no final do jogo com o Alavés.

“Soube que houve a possibilidade de sair. Disse ao clube que encontraríamos a melhor solução para todos, mas que queria ser competitivo. Quero sempre mais. Entretanto, chegou um novo treinador [Pako Ayestaran, entretanto despedido] que me deu muita responsabilidade e estou-lhe grato por isso”, acrescentou.

Depois de quatro derrotas consecutivas, o clube 'che' venceu o recém promovido Alavés por 2-1.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.