Muito criticado em Espanha devido à dureza do seu jogo (viu sete amarelos em dez jogos pelo Valência), Enzo Pérez confessa que a ideia de jogo de Nuno Espírito Santo é diferente daquela que Jorge Jesus colocava em prática no Benfica.

"No Benfica a ideia de jogo era diferente, mas com a ajuda dos companheiros estou a encontrar o meu melhor", disse em entrevista à rádio do clube, acrescentando depois que não pretende jogar pela equipa condicionado: "Não quero regressar a 40, 50 ou 60 por cento, pois se sofro uma recaída pode ser pior".

Para o médio argentino de 29 anos, o emblema "ché" tem de continuar a lutar para obter bons resultados e poder sonhar com os lugares cimeiros da tabela.

"Temos de estar tranquilos, pois ainda temos muitos jogos pela frente e, no futebol, por vezes estamos em cima e outras em abaixo. Devemos, sim, estar concentrados em cada jogo, unidos e olhar sempre em frente".

O Valência é terceiro classificado da liga espanhola, com menos quatro pontos do que o Real Madrid e oito do que o líder Barcelona.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.