A justiça espanhola condenou hoje o FC Barcelona ao pagamento de duas multas no valor total de 5,5 milhões de euros (ME), por irregularidades fiscais na contratação do futebolista brasileiro Neymar, após um acordo alcançado com as autoridades fiscais. O acordo entre o clube e o ministério público foi assinado hoje na Audiência Nacional de Barcelona.

As duas multas, referentes a ilícitos fiscais, são aplicadas depois de o clube catalão ter devolvido 13 milhões de euros às autoridades fiscais.

O ‘Barça’, bicampeão espanhol, anunciou que a transferência do avançado brasileiro, realizada em maio de 2013, custou 57,1 milhões de euros, mas, depois de uma investigação da justiça espanhola, admitiu que a operação ascendeu, pelo menos, a 83,3 ME.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.