FC Barcelona e Sevilha empataram hoje 1-1 no fecho da quinta jornada da Liga espanhola de futebol, liderada pelo Real Madrid, numa partida que teve um inicio frenético com os dois golos marcados em 10 minutos.

O Sevilha, que elevou para 18 o número de jogos que não perde para a Liga, desde a derrota por 2-1 com o Celta de Vigo, em 09 de fevereiro, chegou à vantagem pelo holandês Luuk de Jong, aos oito minutos, na sequência de um canto curto.

O FC Barcelona empatou pelo regressado Coutinho, aos 10 minutos, num lançamento longo do argentino Lionel Messi, que contou ainda com uma 'assistência' involuntária do defesa do Sevilha Jesús Navas.

O Sevilha voltou a estar perto de marcar por Fernando, aos 19 minutos, jogador que já representou o FC Porto, mas o desvio do brasileiro, após cruzamento de Jesús Navas, saiu ao lado da baliza catalã defendida pelo também ‘canarinho’ Neto.

Aos 21 minutos, foi a vez de o FC Barcelona criar perigo e estar perto do golo, na sequência de uma rápida jogada de Sergio Busquets, que contou ainda com a intervenção de Ansu Fati, que o francês Griezmann finalizou ao lado da baliza.

Ainda antes do intervalo, no minuto 43, o perigo voltou a ronda ambas as balizas, com Joan Jordán a não conseguir desviar para as redes do FC Barcelona e Messi, após duelo argentino com o ex-sportinguista Marcos Acuña, a rematar ao lado.

O português Trincão (ex-Sporting de Braga) foi lançado pelo treinador holandês Ronald Koeman aos 61 minutos, ainda a tempo de deixar a sua marca no encontro, num remate, aos 90+1 minutos, negado pelo guarda-redes Neto.

O sinal mais da segunda parte pertenceu ainda ao Sevilha, com uma bola desviada para a trave da própria baliza pelo uruguaio Ronald Araújo, que quase atraiçoava o guarda-redes Neto.

Após duas goleadas frente ao Villarreal (4-0) e Celta de Vigo (3-0), o FC Barcelona sofreu o primeiro golo na prova e perdeu os primeiros pontos, falhando a oportunidade para, com menos um jogo do que o Real Madrid, ficar a apenas um ponto.

O FC Barcelona é quinto classificado, com sete pontos, a dois do Real Madrid (que soma mais um jogo), enquanto o Sevilha é sexto, com os mesmos pontos, mas também com apenas três jogos realizados à quinta jornada.

O Real Madrid venceu na deslocação ao terreno do Levante (2-0), com golos de Vinícius Júnior e Karim Benzema, e alcançou a terceira vitória consecutiva, após o empate na ronda inaugural. Soma 10 pontos em quatro jogos e está no topo do campeonato.

Na segunda posição está o Bétis (com nove pontos), seguido pela Real Sociedad e pelo Villarreal, que têm ambos oito pontos, mas estas três equipas contam já com cinco jogos disputados.

O sétimo é o Getafe com sete pontos em quatro encontros, e depois está o Valência, no oitavo posto, com os mesmos pontos, mas com cinco partidas jogadas.

O Cádiz, vice-campeão da II liga espanhola em 2019/20, e o Granada, dos portugueses Rui Santos, Domingos Duarte e João Costa, que hoje empataram 1-1, surgem em nono e 10.º, respetivamente, com sete pontos.

O Osasuna derrotou o Celta de Vigo por 2-0, com golos dos argentinos Facundo Roncaglia (23 minutos) e Jonathan Caller (76). Com a vitória, o Osasuna segue em 11.º com seis pontos (quatro jogos disputados), enquanto os galegos seguem na 13.ª posição com cinco pontos.

Por seu turno, o Alavés (17.º) bateu o Athletic Bilbau (19.º) graças a um golo solitário do brasileiro Rodrigo Ely, aos 74 minutos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.