O líder FC Barcelona manteve hoje sete pontos de vantagem sobre o Atlético de Madrid, ao bater em casa o Rayo Vallecano por 3-1, depois de estar a perder, na 27.ª jornada da Liga espanhola de futebol.

Raúl De Tomás, jogador emprestado pelo Real Madrid, adiantou os forasteiros, aos 24 minutos, numa jogada individual, em contra-ataque, mas o argentino Lionel Messi virou o encontro, com uma assistência e um golo, em lances de bola parada.

Messi somou o 12.ª passe para golo na prova aos 39 minutos, ao apontar um livre, sobre a direita, para Gerard Piqué marcar de cabeça, aos 39 minutos, e, aos 51, faturou de penálti, com classe, passando a contar 26 tentos em ‘La Liga’, após falta na área sobre o português Nelson Semedo, que foi titular.

Aos 82 minutos, o ‘Barça’ sentenciou o encontro, através de uma brilhante jogada coletiva, com o uruguaio Luís Suárez a tabelar com o francês Dembelé, primeiro, e depois com o croata Rakitic, para apontar o seu golo 17 na Liga.

Com este resultado, os catalães passaram a somar 63 pontos, contra 56 do Atlético de Madrid, que, com muitas baixas, a pensar no jogo da ‘Champions’ com a Juventus, na terça-feira, venceu em casa o Leganés por 1-0.

Depois de uma falta de Omerou sobre Angel Correa, na área, Saúl Ñíguez, entrado ao intervalo, deu o triunfo aos ‘colchoneros’, ao marcar na recarga a um penálti falhado por ele próprio, com defesa para a frente de Lunin.

No outro encontro já hoje disputado, o Alavés empatou 1-1 na receção ao Eibar, com o japonês Takashi Inui a adiantar os locais, aos 58 minutos, e Marc Cardona a empatar, aos 71.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto