Depois do campeonato do mundo de futebol, Fernando Torres não voltou a ser chamado à seleção espanhola, e o avançado crê mesmo que isso não voltará a acontecer.

“Eu não renunciei, mas compreendo a realidade. Depois do Mundial houve uma alteração nos jogadores chamados e não faço parte dessas escolhas. Não sou eu, as escolhas falam por si mesmas. Eu quero é jogar no meu clube, marcar golos e desfrutar”, declarou ao jornal espanhol Marca.

Fernando Torres foi internacional em 110 ocasiões e marcou 38 golos ao serviço da Espanha.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.