O treinador do FC Barcelona, Josep Guardiola, disse hoje em conferência de imprensa preferir apostar num jogador da “cantera” do clube catalão do que numa contratação mais sonante.

“Não me sinto pressionado pela direcção do clube para contratar. Eles estão a fazer tudo por isso, mas, no final, quem decide sou eu. É sempre bom que seja eu a decidir para que haja alguém que dê a cara”, disse Guardiola, sustentando a ideia de que “se não há dinheiro” para contratar um determinado jogar “então não se contrata”.

Recorde-se que o FC Barcelona tentou tudo para contratar o internacional espanhol Cesc Fábregas, formado nas escolas do clube e actual jogador do Arsenal, de Londres, mas o clube inglês colocou o rótulo de inegociável ao médio.

O treinador catalão lembrou que todos os anos existem oportunidades para que haja saídas e entradas:

“Estamos abertos a entradas, mas também a jovens da ‘cantera’, nos quais tenho muita fé e confiança. Admito que isto seja um atrevimento da minha parte, mas é assim que penso”.

Guardiola negou, ainda, que uma eventual contratação dependa do jogo de sábado, frente ao Sevilha, para a primeira “mão” da Supertaça de Espanha, que opõe o campeão ao vencedor da Taça do Rei.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.