“Não é a minha forma de ser nem de fazer as coisas", vincou Guti, um dos jogadores utilizados pelo técnico chileno no ‘descalabro’ dos merengues contra a equipa da segunda divisão B espanhola. O Real Madrid perdeu por 4-0 a primeira mão da eliminatória.

"A minha relação com o mister é muito boa e a conversa que houve no intervalo da partida frente ao Alcorcón foi uma conversa privada que há dentro do balneário, no descanso de qualquer jogo em que as coisas não estão a correr bem. Em nenhum momento houve falta de respeito para com o treinador”, reiterou o veterano médio, através de um comunicado divulgado pelo clube.

Aliás, Guti sublinhou a importância de Manuel Pellegrini na sua continuidade em Madrid. “Uma das razões pela qual continuo no Real Madrid é por ele, por toda a confiança que me deu, e estou orgulhoso de poder estar aqui. O meu único trabalho e objectivo é poder treinar, trabalhar e poder jogar”, referiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.