Matias Messi, irmão mais velho de Lionel Messi, foi sentenciado a prisão domiciliária por posse ilegal de arma, revelou esta segunda-feira um procurador na Argentina.

De acordo com Lucas Altare, procurador do gabinete de Cibercrimes e Armas, Matias Messi recebeu alta de um hospital tendo sido transferido para a sua casa em Rosário, a 300 quilómetros norte da capital de Buenos Aires, ondo ficará em prisão domiciliária.

Recorde-se que o irmão mais velho do internacional argentino do Barcelona foi internado depois de um acidente de barco no passado dia 30 de novembro, tendo sido detido pela polícia depois de ter sido encontrado uma arma de fogo no seu barco.

Esta foi a segunda vez que Matias Messi foi detido por posse ilegal de arma de fogo, sendo que a acusação pode implicar uma sentença entre três anos e meio a oito anos de prisão.

Segundo o procurador, o pai de Lionel Messi deu todas as garantias para que a prisão domiciliária fosse possível.

Já o advogado da família de Messi, Ignacio Carbone, garantiu à imprensa local que Matias "é uma boa pessoa, e que não irá tentar fugir".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.