Juande Ramos deixou de ser treinador do Málaga, liga espanhola de futebol, depois de chegar hoje a acordo com a direção para a rescisão do contrato, anunciou o clube na sua página na internet.

O treinador, que tinha contrato válido até 30 de junho de 2019, tinha apresentado a sua demissão na quarta-feira passada e, no dia seguinte, o presidente do Málaga, o xeique Al-Thani, deu a entender que a saída de Ramos estava iminente, numa mensagem escrita na rede social ‘twitter’.

Cinco dias volvidos, passada a quadra natalícia, as duas partes chegaram a um entendimento para colocar ponto final na segunda experiência de Ramos à frente da equipa, que já tinha orientado na época 2003/04, somando 60 jogos oficiais no comando técnico.

“O Málaga quer agradecer a Juande Ramos pelo seu trabalho e honestidade, e deseja muita sorte para a sua vida pessoal e profissional”, pode ler-se no comunicado divulgado pelo Málaga.

A partir de quarta-feira, com o regresso ao trabalho, o plantel ficará sob as ordens do uruguaio Marcelo Romero, atual elemento do corpo técnico, enquanto a direção espera contratar nas próximas horas um novo treinador, que poderá ser Óscar Garcia Yunyent, com o qual mantém negociações, apesar de este ter contrato com o clube austríaco Salzburgo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.