A nova temporada do Campeonato Espanhol começa esta sexta-feira repleta de recém-contratados que procuram fazer o seu melhor nesta competição que é uma das principais da Europa e do mundo. Entre tantas transferências, há cinco nomes que merecem especial atenção.

Miralem Pjanic 

Sessenta milhões de euros investidos numa das transferências mais caras deste mercado de 2020 perturbado pela pandemia do coronavírus: o bósnio Miralem Pjanic, de 30 anos, chega ao Barcelona vindo da Juventus, após uma troca que incluiu o médio brasileiro Arthur, que foi para o emblema italiano.

Com Sergio Busquets e o talentoso Frenkie de Jong, Pjanic, que testou positivo para coronavírus em agosto, ele terá que dar solidez ao meio-campo do Barça, algo que Arthur nunca conseguiu fazer.  Sob o comando do novo treinador Ronald Koeman, que gosta de trabalhar com uma equipa ofensiva e que valorize a posse de bola, Pjanic deve ajudar a reconstruir o Barça, afundado após uma temporada catastrófica de 2019-2020.

Ivan Rakitic 

O retorno do filho pródigo. Depois de seis anos no Barcelona, onde ganhou a Liga dos Campeões de 2015, quatro campeonatos espanhóis (2015, 2016, 2018, 2019) e quatro Taças do Rei (2015, 2016, 2017, 2018), o croata Ivan Rakitic, 32 anos, não entrou nos planos de Ronald Koeman, de acordo com a imprensa.

Por um preço quase simbólico (1,5 milhão de euros + 9 em variáveis), o vice-campeão mundial em 2018 decidiu regressar ao clube onde se tornou conhecido na Europa, o Sevilha, com o qual conquistou a Liga Europa em 2014 e que saiu logo após assinar pelo Barça.

Com Suso (opção de compra ativada após empréstimo do Milan) e Óscar Rodríguez (do Real Madrid), Rakitic é a terceira contratação de meio de ano do técnico Julen Lopetegui, que venceu a Liga Europa em agosto. O croata terá agora de ajudar o clube andaluz a ultrapassar a barreira da fase de grupos da Liga dos Campeões.

David Silva 

Após dez anos e muitas conquistas no Manchester City, o ex-jogador da seleção espanhola David Silva, 34 anos, retorna ao país de origem. Ele desembarca no Real Sociedad, onde assinou por dois anos após chegar a custo zero.

A sua função será acompanhar a equipa basca em direção aos objetivos europeus e substituir o médio Martin Odegaard, que voltou ao Real Madrid.

Martin Odegaard

Líder da orquestra do Real Sociedad na temporada passada, o prodígio norueguês Martin Odegaard foi convocado por Zinédine Zidane para retornar ao Real Madrid pela primeira vez, cinco anos após ter sido contratado pelo clube da capital aos 16 anos.

A tarefa será difícil para o jogador de 21 anos, que terá de encontrar o seu lugar num meio-campo sólido, entre Toni Kroos, Luka Modric, Casemiro ou Fede Valverde.

Takefusa Kubo

Depois de ter jogado maravilhosamente bem com o Maiorca sem ter conseguido evitar a despromoção na temporada passada, a promessa japonesa do Real Madrid Takefusa Kubo, de 19 anos, foi agora emprestada ao Villarreal pelos merengues, para continuar a acumular experiência antes de ir para a equipa da capital.

Sob as ordens do novo treinador do 'Submarino Amarelo', Unai Emery, o japonês terá a oportunidade de evoluir sob o mandato de um treinador reconhecido e de progredir numa equipa que disputa vaga em competições europeias, entre figuras como Gerard Moreno, Paco Alcacer ou Pau Torres. A sua batalha por uma vaga como titular com Samu Chukwueze, 21 anos, parece ser muito interessante.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.