O ex-presidente do Barcelona, Joan Laporta, teceu duras críticas à atual direção do clube catalão pela forma como se comportou ao longo do processo judicial que visou Lionel Messi e que o condenou por fraude ao Fisco de Espanha.

"O clube não esteve à altura com Messi, o melhor jogador da história, o melhor jogador do mundo. Perante isto, nem o presidente nem um elemento da Direção o acompanhou quando teve de ir declarar no Tribunal", afirmou Laporta à Catalunya Radio.

O presidente dos catalães entre 2003 e 2010 assumiu que esperava ver outra posição do Barcelona no caso judicial qe acabou por condenar o craque argentino a pagar 4,1 milhões de euros, devidos pelos direitos de imagem dos anos de 2007, 2008 e 2009.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.