O político espanhol Joan Laporta, ex-presidente do Barcelona, revelou hoje que tem intenções de se recandidatar à presidência do clube catalão em 2016, ano em que termina o mandato do atual líder, Sandro Rossel.
«Sinto-me preparado e cada dia estou mais entusiasmado por poder voltar a ser presidente do Barcelona», afirmou o espanhol numa conferência de imprensa no Colégio de Jornalistas da Catalunha, em Barcelona.
Laporta, que foi presidente do Barcelona entre 2003 e 2010, confirmou que tem pensado em voltar a assumir o cargo máximo do Barcelona e que até já tem «muitos apoiantes», mas remeteu uma decisão final para 2016.
«Em 2016, quando terminar o mandato do atual presidente [Sandro Rosell], tratarei de fazer uma profunda reflexão pessoal, profissional e familiar. Só depois disso é que tomarei uma decisão», acrescentou.
O espanhol criticou ainda a atual administração do clube catalão, que tomou posse em 2010, acusando-a de ter tomado diversas decisões que têm «arruinado o trabalho que foi feito» durante os seus dois mandatos como líder do Barcelona.
«A academia, a fundação, pessoas importantes na história do clube como o Guardiola, tudo isto está a ser distorcido e menorizado. Além disso, não custava nada terem renovado com o Abidal por mais um ano. Penso que desiludiram o jogador e, sobretudo, considero que prejudicaram a imagem e a credibilidade do Barcelona com tudo isto», concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.