Leo Messi, recebeu esta sexta-feira, a Bota de Ouro, prémio que distingue o goleador máximo dos principais campeonatos europeus, ao ter apontado 37 golos. Bas Dost apontou 34 e ficou na segunda posição. O argentino igualou Cristiano Ronaldo ao ter conquistado o seu quarto troféu.

Depois de receber o prémio, o astro argentino confessou que chegou a uma fase da carreira em que "gosta mais de ser jogador" e revelou que nunca se considerou um avançado.

"Sempre disse que não me considero um avançado. Cresci tanto fora como dentro de campo. Sempre fui melhorando o meu jogo e agora gosto mais de ser jogador", referiu o craque argentino.

O astro argentino explicou ainda o facto de ter começado no banco na partida contra a Juventus.

"Não é normal que comece no banco, mas cada vez mais as temporadas são mais duras", explicou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.