Madds Timm pode não ser um dos nomes mais sonantes do futebol, mas foi colega de equipa de Cristiano Ronaldo no Manchester United. O antigo jogador dinamarquês revelou alguns pormenores de como era estar com o extremo português no balneário. Na sua autobiografia, Timm reiterou que se Ronaldo não fosse egocêntrico, não teria sobrevivido no Mundo do futebol.

“Era extraordinário enquanto futebolista e também como pessoa. Como eu, também foi gozado quando chegou ao clube. Devido ao seu cabelo e também pelas suas quase acrobáticas tentativas de impressionar os treinadores. Não acredito que ele se importe com o que as pessoas pensam e não me parece que o vá fazer e rir-se de si próprio. E acho que foi por isso que sobreviveu no futebol do futebol profissional”.

O dinamarquês já pendurou as chuteiras enquanto jogador profissional, mas continua a acompanhar a equipa de Inglaterra. As memórias do tempo que passou com Ronaldo continuam bem vivas na sua mente.

“Lembro-me que fizemos um jogo-treino interno, onde eu estava na esquerda e ele jogava na direita da outra equipa. De todas as vezes que nos cruzávamos, ele passava por cima de mim. O Cristiano estava mortinho por comprar um dos meus diamantes, mas recusei vender-lhe. Já tinha feito demasiado. Já tinha roubado o meu sonho”.

Cristiano Ronaldo teve uma passagem no Manchester United antes de rumar ao Real Madrid. O extremo português chegou aos ‘red devils’ proveniente do Sporting e tornou-se num dos jogadores mais influentes do emblema de Manchester. Na altura que trocou o campeonato inglês pelo espanhol tornou-se na transferência mais cara do futebol mundial.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.