Avançado argentino faLionel Messi esteve 56 dias confinado à sua casa em virtude do período de isolamento social devido à pandemia da COVID-19 que assolou o mundo e que teve forte impacto em Espanha. Agora, depois de na semana passada ele e os colegas terem regressado aos treinos no Barcelona, o astro argentino falou sobre esse período em declarações ao jornal 'Sport'.

"A parte psicológica foi dura para todos, porque é uma situação muito estranha, mas com o apoio da minha família, da minha mulher e dos meus filhos em casa, levámos a situação da melhor forma possível e aproveitámos para passar muito tempo juntos e fazer coisas que normalmente não podemos fazer", salientou.

Sobre o regresso ao trabalho, Messi garantiu estar em boa forma física, apesar das naturais limitações vividas. "Estou bem fisicamente. Treinei em casa e isso serviu para me manter em forma, ainda que não seja o mesmo que na Cidade Desportiva, com o pessoal a dirigir as sessões", salientou.

Messi aproveitou ainda para esclarecer as declarações proferidas antes da paragem competitiva, onde levantou algumas dúvidas sobre a capacidade do Barcelona para conquistar a Liga dos Campeões. "O que eu disse foi que da forma como estávamos a jogar antes da paragem parecia claro que não era suficiente para ganhar a Champions. Nunca duvidei do plantel que temos e não duvido que possamos ganhar tudo, mas não a jogar como estávamos. Cada um tem a sua opinião e a minha baseia-se na sorte que tive em jogar a Champions todos os anos, que me permite saber que não é possível ganhá-la como estávamos a jogar", esclareceu.lou de como está a viver o desconfinamento e o regresso ao trabalho no Barcelona.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.