O futebolista internacional argentino Lionel Messi ficou hoje fora dos convocados do FC Barcelona para a deslocação a Málaga, da segunda jornada da Liga espanhola, porque «é desnecessário correr riscos», segundo o treinador Gerardo Martino.

«Leo está a evoluir bem nos últimos dias e não jogar amanhã (domingo) é mais uma questão de precaução do que outra coisa. Estamos bastante otimistas com ele, pois sente-se cada vez melhor, mas a temporada está a começar e é desnecessário correr riscos», disse o técnico argentino, em conferência de imprensa.

Messi saiu quarta-feira ao intervalo do encontro da primeira mão da Supertaça, no reduto do Atlético de Madrid (1-1), devido a um golpe no bíceps femoral da perna esquerda, que lhe causou um hematoma intramuscular.

«Chegou em boa forma (das férias) e esteve bem durante a pré-temporada. O que aconteceu no outro dia (no Vicente Calderon) foi fruto de uma casualidade», disse “Tata” Martino, frisando não estar preocupado com a situação do argentino.

O “10” não irá jogar, mas isso não implica a entrada do “11”, o brasileiro Neymar, que saiu do banco e marcou – de cabeça - face aos “colchoneros”: «O FC Barcelona está repleto de jogadores importantes e cada um tem o seu papel».

«Não partilho a opinião de que, sem Messi, Ney tenha que jogar e assumir o comando deixado por Leo. Temos Xavi, Iniesta, Cesc, Alexis ou Pedro. São muitos e bons», frisou, afirmando que o brasileiro terá de continuar a «ganhar o seu espaço».

O FC Barcelona desloca-se domingo ao reduto do Málaga, depois de se ter estreado na prova com uma goleada caseira por 7-0 sobre o Levante, com “bis” de Messi.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.