José Mourinho apareceu na sala de imprensa após o triunfo por 1-0 sobre o Sevilha, na 16.ª jornada do campeonato, com uma lista com os 13 erros graves da equipa de arbitragem.

“Deram-me uma lista com 13 erros graves. Se me perguntam se me canso com a pressão, respondo que não, porque gosto de treinar e jogar. Mas estou cansado que me entreguem uma lista com os erros e que queiram que seja sempre eu a atacar o árbitro e a defender a equipa”, disse.

O treinador pediu por isso uma reunião com Florentino Perez, o presidente do clube.

“A equipa tem de ser defendida e merece-o hoje e muitas vezes mais. Se eu a defender, acontece o mesmo de sempre, a suspensão a Mourinho. Temos um clube, um organograma e quero que todos defendam a equipa, não apenas eu. Tenho uma equipa de outro mundo e com um carácter de outro mundo”, frisou.

José Mourinho lamentou ainda a qualidade do jogo: “Foi uma partida demasiado feia. Se eu fosse espectador, não pagaria um euro para ver isto e tinha mudado de canal para ver um encontro da Liga do Vietname”.

A formação “merengue” venceu por 1-0, graças a um tento do ex-benfiquista Angel Di Maria, já depois do internacional luso Ricardo Carvalho ter sido expulso, mantendo-se a dois pontos do líder e bicampeão FC Barcelona.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.