José Mourinho vincou hoje a importância de vencer o Murcia para o Real Madrid dar o primeiro passo rumo à conquista da Taça do Rei. "17 anos sem ganhar é demasiado tempo. Não me parece normal, mas é a realidade. Ao contrário de muita gente, eu valorizo as Taças. Ganhei em Portugal, em Inglaterra e em Itália. Aqui também quero ganhá-la", afirmou o treinador dos merengues, recordando o seu passado no FC Porto, Chelsea e Inter.

'El Especial' não hesitou em falar da pesada goleada sofrida (4-0) pelo Real Madrid contra o Alcórcon na época passada, naquele que foi um dos momentos mais difíceis para o treinador chileno Manuel Pellegrini durante 2009/10. 

"Perder a Taça é perder prestígio. Não é normal ser eliminado por uma equipa da segunda divisão. Por vezes os jogadores não querem disputar estes jogos, têm menos motivação. Mas quem não demonstrar qualidade nesta partida, não pode pensar em ser convocado para o nosso próximo jogo. Não terão uma cruz nem ficarão mortos, mas não serão convocados", alertou Mourinho. 

Para o técnico português, em cada desafio está em jogo a sua "alegria, auto-estima e profissionalismo". O Real Madrid defronta o Murcia esta terça-feira, às 19h00. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.