A equipa de José Mourinho manteve um ponto sobre o bicampeão FC Barcelona (goleou por 8-0 em Almeria), que recebe a visita dos "merengues" na próxima jornada, a 29 de Novembro, uma segunda-feira.

Quando o encontro começou, o “Barça” era líder provisório, mas os “merengues”, com Cristiano Ronaldo, Pepe e Ricardo Carvalho como titulares, não acusaram o “toque” e marcaram aos 19 minutos, por Higuain, assistido por Di Maria.

Aos 30 minutos, Cristiano Ronaldo marcou o seu primeiro tento e igualava na lista dos melhores marcadores o argentino Messi, que, horas antes, assinara um "hat trick" em Almeria, que lhe permitiu ultrapassar o português.

Antes do intervalo no Santiago Bernabéu, o avançado internacional espanhol Fernando Llorente ainda reduziu, mas o golo foi irregular, por fora de jogo.

Aos 57 minutos, o Real Madrid logrou repor dois golos de avançado, com Di Maria a sofrer falta na área e Sérgio Ramos a fazer o 3-1, perante a admiração de José Mourinho, que questionou o porquê de o defesa direito ter assumido a marcação da grande penalidade.

Cristiano Ronaldo voltou a marcar num livre directo, aos 62 minutos, com responsabilidades para o guarda-redes Iraizoz.

Depois de Martinez quase ter reduzido, com um remate forte à barra da baliza de Casillas, Cristiano Ronaldo chegou ao “hat-trick” de grande penalidade, repetindo a façanha de Messi, em vésperas do grande duelo do Nou Camp.

O Real Madrid contabiliza agora 32 pontos, mais um do que o FC Barcelona, que já não já não vencia por 8-0 em reduto alheio desde 1959/60 (bateu então o Las Palmas) e não conseguia uma goleada por estes números desde 1996/97, quando recebeu e bateu o Logroñes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.