O jornal espanhol El Mundo avança esta sexta-feira que Neymar voltou a processar o Barcelona (pela terceira vez), devido às contingências fiscais que lhe foram incutidas a título pessoal devido aos contratos envolvidos na sua contratação pelos blaugrana.

Parte dos valores envolvidos na contratação do jogador em 2013 foram omitidos pelo clube e mais tarde considerados rendimento salarial, passando a estar sujeita a tributação pelo fisco.

De acordo com o jornal, o agora jogador do Paris Saint-Germain exige o pagamento de 6,5 milhões de euros, valor que o Barcelona não tem qualquer intenção de pagar.

O valor pedido pelo craque brasileiro no total dos processos movidos contra o antigo clube ascende já aos 190,53 milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.