Os grupos parlamentares do Bloco Nacionalista Galego (BNG) e da esquerda unida (IU-ICV) anunciaram um acordo com o Partido Socialista (PSOE) para apoiar uma emenda que obrigaria os trabalhadores estrangeiros com ganhos superiores a 600.000 euros anuais a tributarem 43 por cento e não 24, como actualmente acontece.

A alteração visaria muitos desportistas.

"Em caso de adoptarem esta medida, teremos de tomar uma posição e ponderamos, inclusive, parar as competições", disse o presidente da Liga espanhola, José Luis Astiazarán.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.