Em oito confrontos, todos com um dos técnicos ao comando dos “dragões”, Mourinho venceu seis e cedeu apenas dois empates, que, ainda assim, se podem considerar resultados positivos para o campeão europeu em título.

Em vésperas do confronto da sétima jornada da Liga Espanhola, no La Rosaleda, a vantagem de “Mou” está igualmente bem expressa nos golos (17-7) e acontece em todas as competições em que se defrontaram.

O “duelo” entre Mourinho (47 anos) e Jesualdo Ferreira (64) começou a 10 de fevereiro de 2002, dia em que “special one” cumpria apenas o seu terceiro jogo ao comando do FC Porto e o “professor” o sexto pelos “encarnados”.

Nas Antas, em encontro da 22.ª ronda do “nacional” 2001/2002, Simão (18 minutos) adiantou os forasteiros, mas Deco (42), Alenitchev (49) e Capucho (54) viraram para 3-1, para Mantorras (55) reduzir e fechar o resultado.

Aos 64 minutos, Mourinho virou protagonista, ao ser expulso pelo árbitro João Ferreira, de Setúbal, num embate presenciado por 46 225 espectadores.
Na época seguinte, à sétima jornada da Liga 2002/2003, voltaram a encontrar-se ao comando dos mesmos emblemas e no mesmo local, a 20 de Outubro de 2002, e o FC Porto voltou a triunfar, novamente depois de começar a perder.

Tiago (04 minutos) foi o primeiro a marcar, mas Éder (20) “enganou-se” na baliza e Deco (73) completou a reviravolta, num “duelo” em que Jesualdo foi incapaz de aproveitar a expulsão de Jorge Costa (39). O Benfica acabaria com nove, após vermelhos a Éder (72) e Miguel (75).

Na mesma época, voltariam a encontrar-se, com Mourinho já campeão e o veterano técnico ao comando do Sporting de Braga: o resultado foi um empate (1-1), com Barroso (38) a marcar para os locais e Hélder Postiga (48) para os portistas.

Em 2003/2004, a última época de “Mou” em Portugal e a primeira completa de Jesualdo em Braga, o actual técnico do Real Madrid somou mais três triunfos, dois deles para o campeonato (2-0 em casa e 3-0 fora).

A rematar, o FC Porto voltou a vencer em Braga, desta vez para as meias-finais da Taça de Portugal: a 16 de Março de 2004, o lituano Edgaras Jankauskas colocou os “dragões” no Jamor graças a um “hat-trick” (08, 52 e 62 minutos).

Depois de seis confrontos com Mourinho no FC Porto, seguiram-se dois com Jesualdo Ferreira ao “leme” dos “dragões” e o agora bicampeão europeu no Chelsea.

O confronto aconteceu nos oitavos de final da edição 2006/2007 da Liga dos Campeões e foram os ingleses a seguir em frente, com um empate a um golo no Dragão e uma vitória tangencial por 2-1 em Stamford Bridge.

Nos dois embates, Jesualdo voltou a estar no comando do marcador, o que, aliás, só não conseguira nos três embates de 2003/2004, no Porto graças a um tento de Raul Meireles (12 minutos) e em Londres com um golo de Ricardo Quaresma (15).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.