O presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez, condenou, este sábado, os insultos racistas de que foi alvo o futebolista Iñaki Williams, na visita do Athletic de Bilbau ao Espanyol (1-1), pedindo educação “para a tolerância e respeito”.

“Não. Não podemos continuar a tolerar este tipo de comportamentos racistas. No futebol, no desporto, também se educa, e devemos educar para a tolerância e o respeito”, escreveu o governante na rede social Twitter.

O vice-presidente Pablo Iglésias também reagiu, enviando “todo o apoio” ao avançado espanhol, criticando a “permissividade para este tipo de insultos em comparação com outros episódios” no desporto.

“Vou triste pelo empate, e sobretudo porque sofri insultos racistas. É algo que nenhum jogador de raça negra, ou de qualquer raça, quer ouvir. Está totalmente fora de sítio”, explicou o avançado dos bascos.

O dia de sábado, na Liga espanhola fica ainda marcado por vários confrontos antes dos jogos, com pelo menos um detido em Valência, onde a equipa local bateu o FC Barcelona, e cinco em Barcelona, palco do Espanyol-Athletic.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.