Manuel Pellegrini elogiou a forma de Cristiano Ronaldo nos últimos anos. O treinador chileno recordou o tempo em que trabalhou com o português no Real Madrid, na época 2009/2010.

"Desde que vi Ronaldo treinar-se no primeiro dia que imaginei onde podia chegar. Não tinha a mínima dúvida de que iria tornar-se no que é hoje. Um dos meus grandes méritos foi fazer 96 pontos nessa época com Cristiano Ronaldo três meses lesionado", recordou o chileno, em entrevista à rádio espanhola ´Cadena Ser`.

O técnico recordou que podia ter ido mais longe e sagrar-se campeão espanhol caso tivesse o craque português a 100 por cento. Pellegrini explicou depois o porquê de ter saído.

"Fizemos uma temporada extraordinária, Ronaldo esteve três meses fora da equipa. Gostava de ter saído campeão mas não queria continuar naquelas condições. Não tinha nenhum interesse em continuar no Real da forma como estávamos a trabalhar", atirou.

Sobre um possível regresso ao clube merengue, o chileno é claro: "Tenho uma premissa pessoal que é nunca voltar a um clube que já treinei. Gosto de experiências novas e essa foi uma das razões que me trouxe para a China. [Voltar ao Real Madrid] não está nos meus objetivos", sublinhou.

Ainda na entrevista a ´Cadena Ser`, Pellegrini falou da Bola de Ouro de 2016.

"Penso que deve ser atribuída a Cristiano ou Messi porque são os únicos que marcaram a diferença. Mas não os comparo", sublinhou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.