“Não menosprezando a ausência dos jogadores, não é nenhuma temeridade jogar sem Ronaldo e sem Kaká. Sobram outros jogadores e podemos ganhar na mesma”, frisou o técnico chileno.

No entanto, Manuel Pellegrini ressalvou que também o Valência se vê privado de algumas peças, colocando as duas equipas do mesmo lado.

“Faltam jogadores fundamentais nas duas equipas. É difícil dizer quem é que perder mais com as baixas.Mas perde o futebol e os adeptos”, salientou.

Para o lugar de Kaká, o chileno arranjou substituto à altura: “Rafa [Van der Vaart] dá-nos muito futebol, estamos muito contentes com ele”.

Também Granero se guia pela batuta do técnico, não deixando de elogiar o colega de equipa.

“É um jogador que marca a diferença, fisica e tecnicamente. É especial…é uma sorte termo-lo na nossa equipa”, disse, acrescentando, porém, que “uma equipa não são dois jogadores,  não se deve mudar nada”, que “se deve continuar a jogar como até aqui”.

O Real Madrid defronta o Valência, sábado, em jogo da 14ª jornada da Liga espanhola.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.