O treinador italiano Cesare Prandelli disse hoje que apenas aceitou a proposta para orientar o Valência, após dois anos sem treinar qualquer equipa, porque foi confrontado com um “projeto fascinante” por parte do clube espanhol de futebol.

Prandelli, de 59 anos, revelou que tinha propostas de outros clubes, mas optou pelo Valência depois de ter conhecido o projeto do clube, que ocupa o 18.º e antepenúltimo lugar do campeonato espanhol, durante uma reunião com o diretor desportivo, Suso García Pitarch.

Depois de ter assistido no domingo à derrota do Valência frente ao Atlético de Madrid, por 2-0, o técnico reconheceu que falta algum equilíbrio à equipa valenciana, mas manifestou-se otimista, por considerar que existe uma boa base técnica e margem para progredir.

O treinador italiano foi oficialmente apresentado como sucessor de Paco Ayesterán no comando técnico do Valência, no qual alinham os internacionais portugueses João Cancelo e Nani, tendo assinado um contrato válido até 30 de junho de 2018.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.